Você tem um diário? | Scrap Party
Pages Navigation Menu
Adsense

Você tem um diário?

Como jornalista, eu sempre escrevi muito, mas só o factual. Tinha bastante dificuldade (ainda tenho) de colocar mais emoção nos meus textos. Para ajudar a me destravar, encontrei uma dica bem legal no livro Clean & Simple – The Sequel, da Cathy Zielske: manter um diário, escrevendo tudo o que achamos importante a cada dia.

Dificilmente fazemos um layout sobre um assunto que aconteceu na mesma semana. Geralmente, algum tempo se passa, e aí as emoções não são as mesmas. Mas se você mantém o diário, e escreve nele habitualmente, quando for fazer a sua página poderá ler as anotações e, assim, resgatar as emoções do momento.

Eu estou fazendo o meu desde o início do ano; é esse aqui:

Nele anoto como foi o meu dia, como estou me sentindo naquele momento, ideias que tive e quero deixar registradas para não esquecer, minhas prioridades da semana (e depois faço o check-list para ver se cumpri tudo – geralmente não dá nem metade…rsrsrsrs)… enfim, anoto tudo que me vem à cabeça!

Ao final de cada mês, respondo um questionário que vi em um blog de art journal (sorry, esse eu não anotei e não lembro qual era!). São perguntas básicas mas que, respondidas periodicamente, podem nos dar uma ideia da nossa evolução – e até ir parar em uma página de scrapbook ou art journal. Veja quais são as perguntas:

1. Mês

2. Uma foto minha

3. O que estou lendo atualmente

4. A última música que adicionei no meu iTunes

5. Filmes que eu vi

6. Uma página de art journal que fiz

7. Uma página de scrapbook que fiz

8. O último restaurante que eu fui

9. Algo que me fez chorar

10. Algo que me fez sorrir

11. Algo que fui atrás nesse mês

12. Uma conquista desse mês

13. Algo pelo qual sou grata

14. Algo que quero lembrar sobre esse mês

15. Uma foto que tirei nesse mês

Claro que as perguntas podem ser personalizadas, e devem fazer sentido na sua vida.

Independentemente de responder perguntas ou não, comece a escrever. Você verá que vai adquirir prática, e não terá mais dificuldades na hora de fazer o journaling de suas páginas. Até mais!

Be Sociable, Share!

Posts relacionados

468 ad
  • Izabel

    Adorei esse post! Cara, eu faço diário desde sempre. Pego um caderno qualquer e transformo ele e ele fica lindo e do jeito que eu quero! Coloco tudo lá e fico bem mais leve depois! Pensei que fosse a única que fizesse isso ainda já que já tenho 23 anos e não conheço ninguém que goste disso!
    Como disse, amei o post e amei a ideia das perguntas, acho que era o que tava faltando no meu diário!
    Valeu!!!!

    • Renata Pacheco

      Que bom que gostou, Izabel! Eu fazia os diários na adolescência, depois acabei jogando tudo fora, e hoje me arrependo, pois teria registrada uma parte da minha história. Mas voltei a fazer, e olha que já tenho 42 anos… hahahaha! Bjs!

  • Eu faço diário isso me ajuda nos meus momentos um diário para mim tem que ser só seu!!
    Eu anoto poemas, coisas que acontecem de bom e ruim, frases, segredos colo fotos minhas, de ídolos meus… enfim é o meu melhor amigo!

  • Re, seu post quase me fez chorar. Eu sempre tive diário, desde dos 12. Eu pintava, colava, recortava, uma espécie de scrap primário, hahaha!! Eu nunca tive dificuldade de escrever, de me expressar por meio da escrita. Tive diário até o ano 2002/03. Mas depois fui parando aos poucos até parar de vez. Acho que foi culpa dos blogs. Sinto falta de escrever. Escrevia no metrô, no ônibus e até em guardanapo de restaurante. Não sei porque parei de fazer uma coisa que sempre gostei. Vai ver descobri que o mundo é pouco mais cruel do que eu pensava!
    Bjo

  • Humm, eu nao tenho nao…preciso acostumar a usar novamente ate agenda, eu fiz uma e nao escrevo…rs…bjos

  • Essa idéia de um diário é muito boa, Re! A gente sempre fez isso quando era criança, adolescente, mas depois vai perdendo esse costume, né? Muito boa sua iniciativa de resgatar isso!

Adsense
Adsense