Pages Navigation Menu
Adsense

Desenho de olhos fechados

Dia desses resolvi fazer um exercício que já vi em vários livros, dizendo que é um estímulo à criatividade: desenhar de olhos fechados. Peguei uma página do meu caderno Moleskine que já estava com o fundo colorido com Glimmer Mist, um lápis, fechei os olhos e rabisquei a folha por 3 minutos. Depois, o desafio é tentar enxergar algum elemento no meio dos rabiscos.

Engraçado que a primeira figura que enxerguei foi um elefante. Eu nunca imaginaria desenhar um elefante! Mas vi ali a figura perfeitinha! A partir dele, fui criando o restante da cena, sempre utilizando os traços já feitos no papel.

[/caption]

O desenho foi pintado com crayon aquarelável, para dar esse clima de gravura e ajudar a fazer os sombreados. Os traços, anteriormente feitos a lápis, foram reforçados com caneta preta.

Art Journal Elefante – exercí­cio de olhos fechados

Art Journal Elefante – exercí­cio de olhos fechados

Apenas alguns detalhes foram criados depois, como o banquinho, o rosto da menina, os detalhes da sua roupa, os olhos e rabo do elefante e a flor. Todos os outros traços partiram do desenho de olhos fechados, sem qualquer outra intervenção.

Art Journal Elefante – exercí­cio de olhos fechados

Materiais: Moleskine, Glimmer Mist, caneta Pitt Artist Faber-Castell, crayon aquarelável Neocolor II Caran d’Ache

Adorei a experiência e vou repeti-la outras vezes, principalmente porque o resultado é algo que eu nunca imaginaria desenhar. E vocês, já tentaram fazer um desenho assim? Tentem, é bem divertido. Uma ótima segunda-feira a todos!

Be Sociable, Share!

Posts relacionados

468 ad
Adsense
Adsense